Topo
pesquisar
Em 07/10/2015 15h01, atualizado em 12/05/2016 17h01

EUA quer permitir permanência de seis anos após a graduação com visto F1

Estudar no Exterior

Por Hotcourses Brasil
Proposta pode auxiliar estrangeiros graduados a permanecerem nos EUA por até seis anos
Proposta pode auxiliar estrangeiros graduados a permanecerem nos EUA por até seis anos
PUBLICIDADE

Uma nova lei criada por um juiz do Tribunal Distrital em Washington, D.C., pode ser o primeiro passo para que estudantes estrangeiros com um visto F1 que se graduarem no país em áreas de STEM possam conseguir uma autorização de trabalho de Treinamento Prático Opcional (Optional Practical Training – OPT) por até seis anos, período equivalente aos imigrantes com visto H-1B, a partir de 12 de fevereiro de 2016.

Atualmente, o OPT para estudantes internacionais que conquistarem um diploma de graduação e pós-graduação em uma instituição educacional americana certificada pelo Departamento de Segurança Nacional (DHS) pode permanecer nos Estados Unidos por mais 12 meses para estudantes não-STEM ou 29 meses para os das áreas de STEM (Science, Technology, Engineering and Math; Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

Durante estes meses adicionais, os estudantes têm permissão para trabalhar em funções relacionadas à sua área de estudo, remuneradas ou então como um trainee. Também é um período essencial para os estudantes que pretendem permanecer nos Estados Unidos de criar raízes e mostrar a capacidade profissional. A melhor aposta é conseguir que a empresa os patrocine com um visto de trabalho H-1B durante o OPT. Se isto não ocorrer, ou mesmo que aconteça mas o estudante não consiga passar pela loteria de concessão do visto, a próxima melhor alternativa é estudar ainda mais, em outro curso, para permanecer como um residente legal. Em último caso, pode tentar a sorte novamente em outro tipo de visto de trabalho.

No entanto, muitos estudantes são forçados a retornar para seus países de origem por não serem capazes de bancar outro curso nos Estados Unidos. Os que conseguem dar início a mais estudos torcem para conseguir um emprego fixo e uma oferta de visto de trabalho durante o próximo OPT, mas não há nenhuma garantia.

Para ajudar os estrangeiros com o visto de estudante F1, especialmente os formados em STEM, a ter uma chance maior de conseguir um emprego e continuar nos EUA, o DHS propôs igualar os benefícios do F1 aos do visto H-1B.

De acordo com as novas regras propostas pelo DHS, os estudantes com diplomas STEM poderão permanecer nos Estados Unidos para trabalhar por até seis anos pelo OPT – três anos após a conclusão da graduação e depois, se necessários, mais três anos após a pós-graduação. Para os estudantes que não se graduarem em áreas de STEM, mas que já tiverem uma qualificação prévia em STEM, o período de permanência também será de três anos. Por exemplo, um estudante que tiver uma graduação em Tecnologia da Informação ou em Física e depois passa a estudar um MBA poderá fazer um OPT de três anos graças à graduação. Para estudantes não-STEM, o OPT durará 12 meses.

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola