Topo
pesquisar
Em 09/12/2016 07h19

Estudar na Itália: o ensino superior e os diplomas acadêmicos

Estudar no Exterior

O ensino superior da Itália segue um sistema binário, formado por duas articulações principais. Confira quais são! Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

O ensino superior da Itália segue um sistema binário, formado por duas articulações principais: o setor universitário e o setor não universitário. 

Setor universitário

Atualmente, este setor é formado por 89 instituições, classificadas em:

  • 58 universidades estaduais;
  • 17 universidades não estaduais legalmente reconhecidas;
  • 2 universidades para estrangeiros;
  • 6 instituições especializadas em pós-graduações;
  • 6 universidades de ensino a distância.

As universidades para estrangeiros são instituições do Estado especializadas no ensino e na pesquisa para o desenvolvimento e difusão da língua, literatura e cultura italiana. São a Università per Stranieri di Perugia e a Università per Stranieri di Siena.

Na Itália, há a diferença entre “universidade” e “escola superior”: università são para graduações; já as scuole superiori são escolas especializadas em estudos de pós-graduação e pesquisa científica, como, por exemplo, a Scuola Normale Superiore di Pisa.

Setor não universitário

Este setor se refere às demais instituições de ensino superior:

  • Escolas de design: politécnicas de artes e artes aplicadas, conservatórios de música, estudos musicais e de coreografia, e academias nacionais;
  • Instituições de mediação linguística;
  • Educação superior integrada (FIS): cursos técnicos e de treinamento (IFTS);
  • E outras áreas específicas, como diplomacia, restauração e estudos militares, que são supervisionadas pelos seus respectivos ministérios ao invés do de Educação.

Diplomas acadêmicos da Itália

O sistema universitário da Itália passou por uma regulação em 1999. Após as alterações, os diplomas outorgados a partir da data passaram a ser chamados de “novos diplomas”.  São eles:

  • Laurea (L/L3): o diploma do primeiro ciclo acadêmico, de graduação, o equivalente ao bacharelado, geralmente com duração de três anos integrais;
  • Laurea Specialistica (LS): o diploma do segundo ciclo acadêmico, de mestrados e outras pós-graduações de dois anos de duração integrais;
  • Dottorato di Ricerca (DR): o diploma de doutorado de pesquisa do terceiro ciclo universitário, de natureza totalmente acadêmica, para pesquisas especializadas, de no mínimo três anos de duração, dependendo da área;
  • Diploma di Specializzazione di 2º livello (DS2): diploma de especialização profissional do terceiro ciclo acadêmico, de dois a seis anos de duração integrais;
  • Master Universitario di 1º livello (MU1): diploma de mestrado do segundo ciclo universitário, nível 1, podendo ser tanto acadêmico quanto profissionalizante, de no mínimo um ano de duração;
  • Master Universitario di 2º livello (MU2): diploma de mestrado do terceiro ciclo universitário, nível 2, podendo ser tanto acadêmico quanto profissionalizante, de no mínimo um ano de duração.

No país, as áreas de estudo são divididas em cinco grupos abrangentes: Saúde, Humanas, Ciências, Estudos Sociais e Tecnologia.

Fonte: com informações do Study in Italy.

  • Relacionados
PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola