Topo
pesquisar
Em 18/12/2014 14h12, atualizado em 12/05/2016 16h51

Erros mais comuns cometidos durante a inscrição no exterior

Estudar no Exterior

Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

Se você está no processo de pesquisar e se inscrever naquele tão sonhado curso internacional ou naquela universidade brasileira na qual você tanto quer estudar... Então preste atenção nos erros mais comuns cometidos por estudantes na hora de se inscrever em uma universidade para evitar dar os mesmos passos falsos. Antes de clicar no botão “enviar” na sua inscrição, cheque a lista a seguir!

1. Escrever o nome da universidade na declaração pessoal 
Em alguns sistemas centralizados, a mesma inscrição vai para até cinco universidades diferentes. Sendo assim, escrever o nome de uma única instituição prejudica as suas chances de ser admitido nas outras quatro.

2. Ter medo da universidade
Apesar de intimidantes (afinal, elas que decidirão o seu futuro), as universidades são bastante amigáveis e estão sempre dispostas a dar conselhos aos candidatos. Então, se você tiver qualquer dúvida durante o processo de inscrição, não se intimide em enviar um email, ligar ou entrar em contato pelas redes sociais da instituição. 

3. Não ir a feiras e dias de visita
As instituições, tanto brasileiras quanto internacionais, costumam participar de feiras universitárias ou abrir as suas portas pelo menos um dia por ano para visitas. Estes eventos são uma excelente oportunidade de conhecê-las, conversar com estudantes e professores, visitar instalações e saber se você se sentirá bem estudando na universidade nos próximos quatro anos. Se a universidade for estrangeira, não deixe de participar de chats e tours online!

4. Escolher a universidade de acordo com a escolha de seus amigos
Apesar de ser divertido estudar na mesma universidade de seus amigos (e dar uma sensação maior de segurança), nem sempre a melhor escolha para eles é a melhor para você. Você pode ser de exatas e o seu melhor amigo, de humanas. Não faz sentido vocês estudarem na mesma instituição a não ser que ela ofereça as mesmas vantagens para as duas áreas de estudo.

5. Não ser realista em relação às suas chances
Inscreva-se em universidades que aceitam diferentes desempenhos acadêmicos como requisito de admissão. Se você tem vários B’s em seu histórico escolar, não adianta se inscrever em instituições que só aceitam A. O inverso também funciona: se você só tem A’s, pode tentar a admissão em instituições mais exigentes e concorridas.

6. Achar que uma mesma área de estudo é lecionada da mesma forma em todas as universidades
Cada instituição tem uma grade curricular diferente, com disciplinas obrigatórias e opcionais diferentes. Verifique o que cada uma tem a oferecer e escolha um curso que atenda a todos os seus interesses acadêmicos e profissionais.

7. Escrever a sua declaração pessoal no último minuto
A universidade perceberá logo de cara se a sua redação foi escrita às pressas (principalmente se tiver errinhos nela). Eles conseguem identificar facilmente erros de digitação, gramaticais e estruturais, além da sua falta de convicção.

8. Inscrever-se em cursos não relacionados de uma mesma universidade
Se você escolher cursos aleatórios porque está desesperado para estudar em uma universidade específica, o seu comprometimento com uma área de estudo, tão importante para as instituições na hora de admitir novos estudantes, parecerá questionável.

9. Não ter um plano B
Claramente, custa bem menos inscrever-se em uma só universidade. Mas e se você não for admitido? Terá que esperar até o próximo semestre (ou, em alguns casos, até o próximo ano) para se inscrever de novo. Não coloque todas as suas esperanças em apenas uma instituição.

10. Perder os prazos finais
Inscrição não enviada até o prazo final é inscrição perdida.

11. Não acrescentar atividades curriculares em sua inscrição
As universidades internacionais têm processos seletivos holísticos. Apesar de poucas focarem puramente no desempenho acadêmico dos candidatos, a grande maioria prefere avaliar todos os aspectos e admitir estudantes que também possam contribuir com a vida universitária além das salas de aulas – é aí que entram as suas atividades extracurriculares.

12. Não pesquisar requisitos específicos de cada universidade e cada curso
Candidatos de algumas áreas como arquitetura e artes precisam enviar um portfólio. Cursos relacionados a negócios geralmente exigem um currículo profissional. Verifique os requisitos específicos de sua área de estudo, curso e instituição antes de enviar a sua inscrição.

13. Não pesquisar as oportunidades oferecidas (ou não) pela universidade
Não simplesmente suponha que todas as universidades oferecem oportunidades de estágios ou experiências práticas – verifique o catálogo universitário e a grade curricular para se certificar!

14. Não checar a lixeira eletrônica do seu email
E se a sua carta de oferta estiver lá, perdida no lixo eletrônico do seu email? Você vai perder o prazo final da sua matrícula.

15. Preocupar-se excessivamente com dinheiro
Estudar em uma universidade custa caro? Sim. Mas há formas de amenizar os seus gastos. Você pode se inscrever em diferentes bolsas de estudo, financiamentos ou descontos. Tudo vai da sua disposição de pesquisar, tentar e não desistir. Pesquise por bolsas de estudo no exterior pelo Hotcourses Brasil

Por Brenda Bellani

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola