Topo
pesquisar
Em 18/09/2012 14h21, atualizado em 18/09/2012 14h24

Destino de estudo: Sydney

Estudar no Exterior

Por Hotcourses Brasil
Opera House e Ponte da Baía de Sydney
Opera House e Ponte da Baía de Sydney
PUBLICIDADE

De acordo com o Ranking das Melhores Cidades (Best Cities Ranking) feito pela Economist Intelligence Unit (EIU), Sydney, na Austrália, é a quinta melhor cidade do mundo para se viver. A lista combina os critérios de habitabilidade global com a avaliação de características como expansão urbana, proximidade de outras cidades e nível de poluição. Sydney – única cidade australiana a entrar para o ranking - ficou com o quinto lugar por, entre outros fatores, possuir muitas áreas verdes e um baixo nível de poluição.

Adicione a este conjunto de qualidades as suas belas paisagens modernas: a Ponte da Baía de Sydney (Sydney Harbour Bridge), tão icônica na Austrália quanto a Brooklyn Bridge é nos Estados Unidos, e a Ópera de Sydney (Sydney Opera House), a arquitetura mais famosa da cidade, em formato de “velas”. Falando em fama, Sydney é o lugar australiano mais conhecido no mundo, por isso muitos atribuem a ela o título de capital da Austrália, que na verdade é de Camberra.

Sydney tem também outro cartão postal, sonho de qualquer surfista: as praias paradisíacas. Não é a toa que a cidade recebe mais de dois milhões de visitantes por ano. É responsável por 25% do PIB (Produto Interno Bruto) da Austrália. Mais da metade de todas as empresas instaladas no país tem sede na cidade, fazendo de Sydney um importante pólo empresarial e comercial.

Tudo isso a torna uma cidade incrível como destino de estudo. Estudar próximo a praia e ainda ter diversas opções de empresas e companhias para estagiar durante sua graduação. Fora as inúmeras opções de universidades e faculdades australianas renomadas, dentre elas a Universidade de Sydney (University of Sydney) e a Universidade de New South Wales (University of New South Wales).

Custo de vida em Sydney

Lúcia Moreira* foi estudar o bacharelado de Business Management in Hospitality, na International College of Management Sydney (ICMS), em 2006, por dois anos e meio, como continuação do seu curso de hotelaria pelo SENAC. O curso incluía trainings (treinamentos práticos) para que o estudante pudesse trabalhar em hotéis da cidade e adquirir experiência profissional durante o curso.

Quando se mudou para a cidade, Lúcia optou por dividir um apartamento com outros estudantes. “O aluguel aqui é bem alto, então é muito comum você dividir apartamento com duas a cinco pessoas para diminuir o custo. Quando eu cheguei à Austrália, eu morava no centro da cidade, em um apartamento de três quartos com cinco pessoas, e o aluguel era AUD$120 por semana (em torno de R$ 250, incluindo todas as contas como luz, água etc)”, conta.

É mesmo caro o custo de vida em Sydney? “É sempre difícil explicar o custo de vida em Sydney. Sim, é caro morar aqui, mas comparando com o salário pago, a qualidade de vida e o status da cidade, o custo é razoável. Assim que você começa a trabalhar, a situação melhora muito”, responde Lúcia. Na Austrália, da mesma forma que na Irlanda, é comum procurar empregos como au pairs (babás que moram com a família local) e como garçons. O salário de um garçom na Austrália, por exemplo, começa a AUD$14 por hora (aproximadamente R$28).

Janaina da Silva Martins estudou inglês por seis meses na cidade de Brisbane e foi para Sydney a passeio. “Moradia, no geral, na Austrália não é barata, mas achei a alimentação bem acessível”, explica.

Transporte público

Lúcia considera o transporte público muito bom. “Tem linhas de metrô e ônibus para todas as regiões e algumas áreas também são acessíveis de barco (Ferry,) que faz parte do transporte público da cidade”, relata. “Eu pego o ônibus todos os dias para o trabalho e nunca tive problemas. O bairro onde eu moro não tem linha de metrô, mas tem ônibus frequentemente e até de madrugada.”

O ticket para ônibus custa entre AUD$2.10 e AUD$4.50, o de metrô entre AUD$3.40 e AUD$8.20, dependendo da distância que irá percorrer. Como em toda cidade grande, também são vendidos pacotes de tickets para dez viagens, pacote semanal, mensal, entre outros.

A experiência vale a pena?

“O país é maravilhoso, eu realmente gostei muito de ter morado lá e recomendo para qualquer um que esteja procurando um lugar para estudar no exterior”, conclui Janaína.

Lúcia gostou tanto da experiência que, após concluir o seu bacharelado, aplicou para mudar o seu visto de estudante para residente e hoje trabalha como coordenadora de reservas e eventos em um hotel no centro da cidade. “Sydney é uma cidade muito boa e muito bem cuidada. A qualidade de vida aqui é o que eu gosto mais. Muitos parques, praias e atrações de graça para aproveitar nos dias de folga.”

Por Brenda Bellani

*O nome foi alterado a pedido da entrevistada.

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola