Topo
pesquisar
Em 07/12/2017 10h20

Alemanha bate meta de atrair mais estudantes internacionais bem antes do esperado

Estudar no Exterior

Alemanha, Irlanda, China e outras grandes potências acadêmicas criaram estratégias para aumentar o número de estudantes internacionais em suas universidades. Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

A Alemanha, assim como outras potências acadêmicas, criou estratégias para alcançar o objetivo de atrair mais estudantes internacionais talentosos ao país. O governo alemão queria bater a meta de 350.000 estrangeiros matriculados em suas universidades até 2020, mas o país já conseguiu superar o seu objetivo em bem menos tempo.

É o que apontam as novas estatísticas referentes ao ano letivo de 2016-2017 do DAAD, serviço alemão oficial de intercâmbio acadêmico. De acordo com a pesquisa, a Alemanha já tem 358.895 estudantes internacionais matriculados no país, ultrapassando a meta com três anos de antecedência. O número representa um aumento de 5,5% em relação ao ano passado.

Por que a Alemanha tem atraído tantos estudantes internacionais?

Basicamente, a Alemanha tem crescido em popularidade entre os estudantes internacionais por cinco razões principais:

  • O crescimento do seu setor educacional;
  • A reputação internacional da educação acadêmica do país;
  • A excelente qualidade de suas instituições de ensino superior;
  • O ensino superior praticamente gratuito no país, até mesmo para estudantes internacionais;
  • O aumento no número de cursos acadêmicos ministrados na língua inglesa.

Esse conjunto de fatores fez com que a Alemanha entrasse no radar de estrangeiros à procura de uma educação internacional de qualidade e com valores acessíveis. Apesar de ser necessário a comprovação financeira de € 800 por mês conseguir bancar o custo de vida, as graduações de universidades públicas são gratuitas para todo mundo, independente da nacionalidade, e as pós-graduações, mesmo que pagas, costumam ser bem mais baratas do que em outros grandes destinos da Europa. Saiba mais sobre isso aqui!

As universidades alemãs já oferecem quase mil cursos acadêmicos em inglês, facilitando a admissão de estrangeiros que querem se inscrever no país, mas não possuem fluência no alemão. Além disso, há diferentes tipos de bolsas de estudo disponíveis para estudantes internacionais, como estes três exemplos.

Outros países com estratégias para atrair estudantes internacionais

A Alemanha não está sozinha nas estratégias para atrair e reter os estudantes internacionais mais brilhantes e talentosos. Outras grandes potências acadêmicas, populares entre estrangeiros, também estipularam diferentes programas para divulgar as vantagens de seus programas acadêmicos.

Como é o caso da Irlanda e da China! O governo irlandês quer 15% de toda a sua população estudantil sejam estrangeiros até 2020. Para isso, eles colocaram em prática algumas medidas para garantir a qualidade dos cursos disponíveis, oferecer suporte ao estudante que vem para o país em busca de uma formação, desenvolver ainda mais suas universidades, entre outros objetivos.

Já a China quer atrair 500.000 estudantes internacionais até 2020. Com suas estratégias, o País busca fortalecer a imagem como destino de estudo, melhorar a qualidade de suas universidades e também incentivar parcerias entre instituições internacionais. Isso é vantajoso para o Brasil graças ao BRICS, grupo do qual os dois países fazem parte, juntamente com Rússia, Índia e África do Sul, por facilitar o intercâmbio de estudantes entre os integrantes.

Outro destino famoso a aderir às estratégias foi a Nova Zelândia. O governo ouviu especialistas do setor educacional e os próprios estudantes no país para criar um plano holístico de divulgação focado nas vantagens culturais, sociais, econômicas e educacionais de estudar na Nova Zelândia, por exemplo, a alta satisfação estudantil, bem-estar dos estrangeiros, sensação acolhedora de comunidade, as áreas de estudo mais renomadas da Nova Zelândia, etc.

Todas estas estratégias são provas de que a educação internacional e transnacional estão cada vez mais em pauta globalmente. Os países estão compreendendo e aceitando a importância do intercâmbio do conhecimento e da atração de estrangeiros talentosos para o desenvolvimento de sua economia. E isso só tende a aumentar, o que significa um número crescente de oportunidades de estudar no exterior!

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola