Topo
pesquisar
Em 23/02/2012 17h47, atualizado em 23/02/2012 17h52

5 dicas de como melhorar a sua experiência no exterior

Estudar no Exterior

Pequenos detalhes podem te ajudar a conviver com pessoas de diferentes culturas. Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

Já ouviu o ditado popular “Quem avisa amigo é”? Pois o Hotcourses Brasil é, definitivamente, amigo de quem quer estudar no exterior, por isso resolvemos criar uma lista de dicas que irão ajudá-lo a tirar o maior proveito da sua experiência e a evitar arrependimentos.

1. Não conviva APENAS com brasileiros. Ter amigos brasileiros no exterior é ótimo! De tanto treinar o inglês, às vezes é preciso falar um pouco de português para descansar a mente. Além disso, o convívio com eles é como ter um pedacinho do Brasil lá fora. No entanto, não se limite a apenas as amizades brasileiras. Lembre-se de que você está no exterior para treinar o idioma e estudar, portanto conviva também com quem pode lhe ajudar a atingir este objetivo. Além do mais, é muito bom ter amigos do mundo todo! (Outra boa ideia é combinar entre os seus amigos brasileiros de conversar em inglês).

2. Não se irrite com os erros dos estrangeiros sobre o Brasil. Ok, é bastante irritante ter que corrigir que a capital do Brasil não é o Rio de Janeiro ou que a sua língua nativa é o português e não o “brasileiro”. Mas responda-me uma coisa: o que você sabe sobre a Singapura? Ou sobre a Hungria? Quais línguas são faladas na Tunísia? Não sabemos e nem somos obrigados a saber tudo sobre outros países. A recíproca é válida. Os estrangeiros vão errar a capital do nosso país, vão achar que falamos espanhol, e vão abusar dos estereótipos brasileiros (Carnaval, futebol, favelas, praias...). Mas que culpa têm eles se isso é quase tudo que se é normalmente mostrado sobre o Brasil no exterior? Encare estes errinhos como uma chance de ensinar os estrangeiros sobre o nosso país.

3. Não leve muita bagagem. Você vai acabar comprando um monte de coisa no seu país de destino. Roupas, lembranças, presentes, bugigangas, eletrônicos... Os preços são, normalmente, mais baratos lá fora e, inevitavelmente, você irá juntar uma quantidade absurda de bagagem para trazer de volta quando o seu período de estudo terminar. Portanto, é desnecessário lotar as suas malas na ida.

4. Não deixe que o apego pelos costumes brasileiros prejudique a sua experiência no exterior. É normal sentir saudades, precisar de uma semana – ou algumas - para se adaptar, estranhar alguns costumes... Mas de que vale morar em outro país sem vivenciar e aprender uma nova cultura? Mantenha sempre a mente aberta aos costumes estrangeiros: experimente novos pratos, use vestuários nativos, fale as gírias regionais. Não tenha medo de experimentar e, dessa forma, aprender - e muito! - com as diferenças culturais. Por isso, é preciso um pouco de desapego pelos seus costumes brasileiros e evitar comparações.

5. Leve os estudos a sério. As distrações serão muitas e tentadoras: viagens, passeios, festas, baladas, reuniões com os amigos, conhecer novos lugares. Obviamente, você não deve ignorá-las, mas saiba intercalá-las com a sua rotina fixa de estudo, sem prejudicá-la. Dedique-se ao seu curso e tire o máximo proveito dele. Faça valer o dinheiro gasto na sua educação e a oportunidade tão única e tão maravilhosa que é estudar no exterior.

Pronto! Agora que já demos os nossos conselhos, é com você!

Leia mais...
Comece os seus estudos no exterior com um curso de Acesso à Graduação
10 dicas para evitar a homesickness ao mudar-se para estudar no exterior

Por Brenda Bellani
Fonte: Hotcourses Brasil
 

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola