Topo
pesquisar
Em 29/08/2016 15h08, atualizado em 29/08/2016 15h08

Mitos e Verdades do Enem

Enem

Nem tudo o que se fala sobre o Enem é verdade. Algumas afirmações podem ser apenas mitos. Por Lorraine Vilela Campos
PUBLICIDADE

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o conhecimento dos estudantes. No entanto, com a criação do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), em 2009, tal prova tornou-se a porta de entrada de diversas universidades e institutos públicos, pois o processo seletivo é baseado exclusivamente em sua pontuação. 

O Enem é cada vez mais importante para a educação brasileira, pois além de ser o responsável pelo ingresso de grande parte dos estudantes em instituições públicas de nível superior é, ainda, requisito para a contemplação com bolsas de estudos e financiamentos, como é o caso do Programa Universidade Para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Muitos informações equivocadas são propagadas sobre Enem todos os anos. O Brasil Escola traz algumas questões levantadas por diversos estudantes e esclarece quais são mito e quais são verdade. Confira!

- O Enem pode reprovar estudantes que tirarem nota baixa. 

Mito: O exame em si não é um processo seletivo, apesar de ser utilizado em alguns Vestibulares e no SiSU. Portanto, não há aprovados ou reprovados no Enem. No entanto, o resultado individual, que consiste no desempenho e nota do participante, pode ser consultado pelos participantes quando disponibilizados pelo MEC. Saiba mais sobre o assunto neste artigo.

- Posso concluir o Ensino Fundamental e o Ensino Médio pelo Enem.

Verdade: O candidato deve indicar a opção no ato da inscrição e obter o mínimo de 450 pontos em cada área de conhecimento (prova objetiva) e 500 na Redação. O Certificado só é concedido para estudantes com 18 anos completos até os dias das provas, que indicaram essa opção no ato de inscrição e escolheram uma instituição certificadora. Saiba mais neste artigo

- Participantes emancipados podem solicitar o Certificado do Enem, mesmo com menos de 18 anos.

Mito: A obtenção do diploma do ensino médio não está relacionada à maioridade civil, portanto, emancipados não podem solicitar o certificado ao se inscreverem no Enem. 

- Quem não escolheu uma instituição certificadora na inscrição do Enem não tem direito ao certificado do ensino médio.

Verdade: O estudante que não fizer a escolha durante a inscrição não pode solicitar o Certificado, mesmo que tenha obtido a nota mínima. O mesmo vale para a opção de declaração de proficiência.

- Qualquer instituição pode emitir o Certificado. 

Mito: Apenas Institutos Federais e Secretarias de Educação são credenciadas para a emissão de Certificados. A lista das instituições certificadoras pode ser consultada no edital do Enem.

- O Certificado do Enem vale para o Sistema de Cotas.

Mito: A Lei de Cotas contempla apenas estudantes que cursaram todo o ensino médio na rede pública de ensino. Entenda como funcionam as Cotas

- O Certificado do Ensino Médio via Enem pode ser utilizado no ProUni.

Verdade: O ProUni aceita estudantes que concluíram o Ensino Médio em escola pública, via Enem, pela Educação de Jovens e Adultos ou, ainda, como bolsistas integrais em escolas particulares. Entretando, os estudantes também precisam se encaixar nos critérios de renda. Saiba como funciona o ProUni.

- O Enem substitui o vestibular em algumas universidades.

Verdade: A principal utilização do Enem como forma de ingresso é o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), o qual seleciona candidatos com base nas notas do exame. Algumas instituições públicas e particulares fazem, ainda, processos seletivos complementares com a pontuação do exame ou utilizam o Enem como parte da nota do vestibular. Veja como você pode utilizar sua nota do Enem.

- Se o participante esquecer de preencher a cor da prova, ele é eliminado do Enem.

Mito: De acordo com o Edital, só é eliminado o participante que esquecer de preencher a cor da prova e não transcrever a frase de identificação. Esquecer apenas um dos elementos não elimina o estudante. 

- É possível calcular a nota do Enem.

Mito: A pontuação do Enem é calculada pelo Inep com base na Teoria de Resposta ao Item (TRI), método que leva em conta fatores como o número de questões corretas, dificuldade das questões que o estudante acertou, consistência da resposta, entre outros. Saiba mais sobre a correção do Enem.

- Candidatos que acertam o mesmo número de questões recebem notas diferentes.

Verdade: Além dos fatores citados na questão acima, outros estão inclusos como o fato de que a pontuação de uma questão depende do número de participantes que fazem a escolha correta. Uma pergunta na qual poucos acertam vale mais pontos do que uma com mais acertos. 

- É proibido entrar na sala de provas com celular.

Mito: O estudante pode levar seu celular, mas o aparelho deve ser desligado e colocado em embalagem específica com lacre, a qual é oferecida pelo Inep. No entanto, o órgão não se responsabiliza por perda ou dano ao objeto. 

- O Inep fiscaliza as redes sociais para eliminar candidatos que postam fotos das provas ou do ambiente do Exame.

Verdade: O monitoramento é feito para evitar vazamentos de questões e eliminação de participantes que não cumprem as regras do Edital, já que alguns estudantes acabam fotografando e postando imagens das provas nas redes sociais, o que não é permitido pelo Inep.

- Posso usar qualquer caneta durante a prova.

Mito: O edital do Enem exige caneta esferográfica, fabricada em material transparente, de tinta preta. O cartão-resposta não pode ser preenchido com caneta de outra cor, lápis ou lapiseira. 

- A redação do Enem não precisa de título.

Verdade: Não há eliminação caso o participante não coloque título na Redação. O texto deve ter 30 linhas. Se o estudante colocar título, ele fica com uma linha a menos para o restante da Redação. Confira dicas para uma boa Redação.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola