Topo
pesquisar
Em 05/07/2017 17h12, atualizado em 05/07/2017 17h29

Enem: Inep não reembolsou participante que pagou dez vezes valor da taxa

Notícias

Pai de inscrito no exame educacional efetuou pagamento por engano e solicita reembolso Por Silvia Tancredi
PUBLICIDADE

Lenilson Guedes, pai de participante do Enem 2017 que pagou dez vezes a mais do valor da taxa de inscrição por engano, ainda não foi reembolsado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Como o valor da taxa foi de R$ 82, e Guedes pagou R$ 820, ele deveria receber R$ 738. Conforme conta, ele tomou as providências solicitadas pelo órgão para ter o reembolso, mas não obteve sucesso. “Mandei e-mail para o endereço eletrônico atendimento.enem@inep.gov.br, com os meus dados bancários, sem que até agora tivesse uma resposta”, relata. 

O jornalista se diz insatisfeito não pela demora em receber o dinheiro, mas por não ter sido procurado pelo Inep em nenhum momento e por não ter o e-mail respondido. "Eles já têm meu e-mail e dados bancários, não custava nada responder me dando alguma satisfação", analisa. 

"Toda a minha angústia é porque eles não dão nenhuma satisfação. Só na base da pressão."

Por não ter resposta, o jornalista entrou em contato com a assessoria de imprensa do Inep, relatando a situação e reclamando que o e-mail do Atendimento ao Participante não funciona para resolver esse tipo de problema.

Pela manhã, a assessoria de imprensa do órgão respondeu solicitando que Guedes ligasse para o canal de atendimento ao participante por meio do 0800-616161, algo que ele já tinha tentado por várias vezes. Depois de insistir, o Inep pediu para que ele entrasse em contato com a ouvidoria do órgão.

Entenda o caso

Lenilson percebeu que tinha efetuado o pagamento da taxa com o valor errado. Em seguida, entrou em contato com o Banco do Brasil para tentar reaver o dinheiro, mas foi informado que somente o Inep poderia ressarci-lo. 

Sendo assim, o jornalista tentou entrar em contato com o órgão por meio de telefone e pela internet. Depois de dias de espera, recebeu a resposta informando que, segundo o Edital do Enem, o candidato somente receberia o dinheiro se cancelasse a inscrição. 

Sentindo-se lesado, Guedes entrou em ação na Justiça para ter o dinheiro de volta e contatou a imprensa para que o caso dele fosse divulgado. Um dia depois, o Inep enviou comunicado avisando que não só ele como todo o participante que tivesse feito pagamento errado deveria enviar e-mail informando o caso e passando os dados bancários. 

Além de ter entrado na Justiça para reaver o dinheiro, Guedes resolveu entrar com outra ação por danos morais. 

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola