Topo
pesquisar
Em 24/09/2014 14h32, atualizado em 24/09/2014 14h37

DSTs e métodos contraceptivos no Enem

Enem

Frequentemente são cobrados temas relevantes e do cotidiano dos jovens no Enem, como é caso das DSTs e métodos contraceptivos. Por Vanessa Sardinha dos Santos
 A camisinha pode prevenir contra a gravidez e doenças sexualmente transmissíveis
A camisinha pode prevenir contra a gravidez e doenças sexualmente transmissíveis
PUBLICIDADE

É cada dia mais precoce a iniciação dos jovens na vida sexual. Muitos têm sua primeira relação sem saber ao menos o básico a respeito dos métodos contraceptivos e das doenças sexualmente transmissíveis. A falta de informação sobre o tema acabou  tornando-se um grave problema e merece destaque especial nas aulas de biologia. Essa questão tão importante, além de fazer parte do currículo escolar, pode ser cobrada em provas de vestibular e no Enem.

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) podem ser definidas como as doenças que são contraídas através de relação sexual com pessoa contaminada sem a devida proteção. Dentre as principais DSTs, destacam-se: Aids, cancro mole, clamídia, gonorreia, condiloma acuminado (HPV), hepatites virais, herpes, sífilis e tricomoníase.

Essas doenças geralmente causam corrimentos e surgimento de bolhas, feridas e verrugas na região genital. Algumas, no entanto, não provocam sintomas imediatamente, porém podem desencadear complicações graves, como infertilidade, câncer e morte, se não forem tratadas precocemente.

A maneira mais eficaz de evitar uma DST é através do uso de preservativos em todo tipo de relação sexual, seja ela oral, vaginal ou anal. O preservativo, além de proteger contra essas doenças, ainda funciona como método contraceptivo, ou seja, evita uma gravidez indesejada.

Além do preservativo, outros métodos contraceptivos são bastante conhecidos e usados pela população. Dentre esses métodos, podemos destacar a pílula anticoncepcional, DIU, diafragma, anel vaginal, espermicidas, abstinência periódica, laqueadura e  vasectomia.

A seguir veremos como esses temas já foram cobrados nas provas do Enem. Vamos analisar primeiramente uma questão da prova de 2009 que aborda o tema DST e, posteriormente, uma questão de 2013 sobre o tema métodos contraceptivos.

Questão do Enem da prova de 2009

Estima-se que haja atualmente no mundo 40 milhões de pessoas infectadas pelo HIV (o vírus que causa a AIDS), sendo que as taxas de novas infecções continuam crescendo, principalmente na África, Ásia e Rússia. Nesse cenário de pandemia, uma vacina contra o HIV teria imenso impacto, pois salvaria milhões de vidas. Certamente seria um marco na história planetária e também uma esperança para as populações carentes de tratamento antiviral e de acompanhamento médico.
TANURI, A.; FERREIRA JUNIOR, O. C. Vacina contra Aids: desafios e esperanças. Ciência Hoje (44) 26, 2009 (adaptado).

Uma vacina eficiente contra o HIV deveria
a) induzir a imunidade, para proteger o organismo da contaminação viral.
b) ser capaz de alterar o genoma do organismo portador, induzindo a síntese de enzimas protetoras.
c) produzir antígenos capazes de se ligarem ao vírus, impedindo que este entre nas células do organismo humano.
d) ser amplamente aplicada em animais, visto que esses são os principais transmissores do vírus para os seres humanos.
e) estimular a imunidade, minimizando a transmissão do vírus por gotículas de saliva.

Resolução:
Essa questão, apesar de abordar o tema HIV, exige que o aluno saiba a respeito da função das vacinas. Essas substâncias contêm partes ou organismos patogênicos atenuados que estimulam nosso sistema imune. Dessa forma, são formadas células de memória que, em uma próxima infecção, fornecerão uma resposta mais rápida contra o vírus. Sendo assim, uma vacina eficiente contra o HIV deveria induzir a imunidade para proteger o organismo da contaminação viral (alternativa a).

Questão do Enem da prova de 2013

A pílula anticoncepcional é um dos métodos contraceptivos de maior segurança, sendo constituída basicamente de dois hormônios sintéticos semelhantes aos hormônios produzidos pelo organismo feminino, o estrogênio (E) e a progesterona (P). Em um experimento médico, foi analisado o sangue de uma mulher que ingeriu ininterruptamente um comprimido desse medicamento por dia durante seis meses.

Qual gráfico representa a concentração sanguínea desses hormônios durante o período do experimento?

Gráficos representando a concentração dos hormônios estrogênio e progesterona no sangue
Gráficos representando a concentração dos hormônios estrogênio e progesterona no sangue. 

Resolução:
Pessoas que fazem uso constante de pílula anticoncepcional mantêm a dosagem hormonal também constante. Como a ingestão ocorreu por seis meses, as taxas de hormônio mantiveram-se constantes por todos os seis meses. Sendo assim, o gráfico que representa adequadamente a situação é o primeiro (alternativa a).

Observe que nas duas questões não é suficiente apenas conhecer as DSTs e os métodos contraceptivos. No primeiro caso, por exemplo, entender o conceito de vacina era fundamental para responder à pergunta. Já na segunda questão a interpretação de gráficos era necessária para que fosse dada a resposta certa.

Ao estudar para o Enem, lembre-se de que essa prova avalia um aluno crítico e capaz de relacionar cada conteúdo estudado. Sendo assim, procure sempre conectar um conteúdo ao outro.

Bons estudos!

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola