Topo
pesquisar
Em 07/11/2017 09h55, atualizado em 07/11/2017 09h55

As questões de Química mais difíceis do Enem 2016

Enem

Separamos para vocês as duas questões de Química que consideramos as mais difíceis do Enem 2016. Veja se você consegue resolvê-las. Por Rafael Batista
A Química no Enem deve ser encarada de forma tranquila.
A Química no Enem deve ser encarada de forma tranquila.
PUBLICIDADE

O Enem 2016, no que tange às questões de Química na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, surpreendeu muitos estudantes, já que, segundo grande parte deles, elas estavam com um alto grau de dificuldade.

Será mesmo? As questões de Química estavam realmente difíceis? Uma coisa é certa: abrangente ela foi, já que muitos conteúdos propostos ao longo do Ensino Médio em Química (geral, orgânica, inorgânica e físico-química) foram abordados na prova. 

Avaliar o nível de dificuldade é complicado, já que cada estudante prepara-se de uma forma, pode interpretar as questões de maneiras distintas, pode estar mais nervoso e ansioso e, principalmente, ter maior ou menor afinidade com a disciplina.

Selecionamos aqui duas questões de Química que, de um modo geral, podem ser consideradas mais complexas. Isso porque exigem uma boa interpretação do enunciado e a correlação com os conteúdos de Química.

As questões de Química selecionadas foram as questões de número 58 e 68 do caderno azul (aplicado no primeiro dia). A questão 58 exigiu dos estudantes as seguintes habilidades:

questão 58

Na questão 68, as habilidades exigidas foram:

  • Capacidade de interpretar a questão;
  • Conhecer a forma de converter unidades de medida de massa;
  • Construir regra de três simples a partir da interpretação dos dados da questão;
  • Reconhecer uma concentração comum.

questão 68

Já sabe as respostas? Vamos para a resolução!

Resolução questão 58: Para calcular o rendimento (de acordo com a fórmula proposta pelo enunciado), é fundamental conhecer o número de mol dos produtos e o número de mol do reagente limitante. Para tal, devemos fazer o seguinte:

1° Passo: Determinar as massas molares de cada um dos participantes da reação, com exceção do brometo de sódio (ele não foi citado no enunciado). O calculo é feito pela soma do resultado das multiplicações realizadas entre a quantidade de átomos e a massa molar do elemento:

  • H3C-Br: 3.1 + 1.12 + 1.80 = 95 g/mol
  • NaOH: 1.23 + 1.16 + 1.1 = 40 g/mol
  • H3C-OH: 1.3 + 1.12 + 1.16 + 1.1 = 32 g/mol

 

2° Passo: Determinar o número de mol de cada um dos participantes da reação dividindo a massa fornecida pelo exercício pela massa molar encontrada no passo 1:

  • Para o H3C-Br:

n = 142
       95
n = 1,5 mol

  • Para o NaOH: 

n = 80
      40
n = 2 mol

  • Para o H3C-OH:

n = 32
      32
n = 1 mol

3° Passo: Determinar o reagente em excesso e o limitante relacionando o número de mol encontrado no passo 2 com a proporção estequiométrica da equação:

A proporção estequiométrica da reação é:

1 mol de H3C-Br : 1 mol de NaOH : 1 mol de H3C-OH : 1 mol de NaBr

A quantidade em mol deles é a mesma. No segundo passo, encontramos 1 mol de H3C-Br e 2 mol de NaOH, mas a do NaOH deveria ser também 1,5 mol (obedecendo à proporção da reação), logo, ele é o reagente em excesso (apresenta 0,5 mol a mais que o esperado) e o H3C-Br é o limitante.

4º Passo: Determinar o rendimento da reação utilizando a fórmula fornecida pelo enunciado:

R =  nproduto.100    
         nreagente limitante
R =  1.100  
    1,5
R = 66,66% (Letra D)

Resolução questão 68:

Dados fornecidos na questão:

  • A cada 1L de etanol, temos 18L de vinhaça;
  • Para cada 1L de vinhaça, temos 60 mg de Fósforo (destaque para oFósforo, pois o questionamento envolve apenas ele);
  • Qual será a massa de fósforo se gerarmos 27000 L de etanol?

Os passos necessários para a resolução dessa questão são:

1º Passo: Conhecer a quantidade de vinhaça gerada por 27000 L de etanol.

Cada 1 L de etanol---------18 L de vinhaça
Para 27000 L de etanol-------x L de vinhaça
1.x = 27000.18
X = 486000 L de vinhaça

2º Passo: Calcular a massa de Fósforo existente em 486000L de vinhaça.

Para cada 1 L de vinhaça--------temos 60 mg de fósforo
Em 486000 L de vinhaça----------y mg de fósforo
1.y = 486000.60
1y = 29160000
y = 29160000
      1
y = 29160000 mg de Fósforo

3º Passo: Transformar a unidade mg para Kg

A unidade Kg é 1.000.000 vezes maior que a mg, logo:
1Kg------1.000.000 mg
                      Z ---------29160000 mg de fósforo
1.000.000.z = 29160000
Z = 29160000
     1.000.000
Z = 29,16 Kg (Letra B)

 

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola