Topo
pesquisar
Em 06/10/2011 17h20, atualizado em 07/10/2011 15h20

Vulcões e caos aéreo nas Provas dos Vestibulares

Atualidades

Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
As cinzas vulcânicas são compostas de gases tóxicos e de partículas que podem estragar a estrutura do avião, entupir a turbina e causar pane no motor
As cinzas vulcânicas são compostas de gases tóxicos e de partículas que podem estragar a estrutura do avião, entupir a turbina e causar pane no motor
PUBLICIDADE

As provas dos vestibulares e do ENEM costumam cobrar questões contextualizadas, que exigem que o aluno esteja atualizado com as notícias e acontecimentos mundiais.

Pensando nisso, vale a pena abordar um assunto bastante comentado nesse ano de 2011, principalmente nos meses de maio e junho, que foi o caos aéreo causado por erupções vulcânicas. Quanto a isso, muitos pensam que os voos foram cancelados apenas em virtude da falta de visibilidade. No entanto, um fato que poucos sabem é que as cinzas resultantes da erupção vulcânica podem estragar as janelas dos aviões e suas demais estruturas. Além disso, até mesmo as turbinas podem parar em pleno voo.

*Por dentro do assunto:

O vulcão Eyjafjallajokul, na Islândia, causou um caos no sistema aéreo europeu. Em menos de um mês, a Espanha fechou 19 aeroportos por causa da nuvem de cinzas lançada pelo mesmo vulcão. Ele chegou a expelir cinzas de até 9,1 mil metros de altura.

Até mesmo na Argentina e no Uruguai houve um caos aéreo, com aeroportos paralisados em razão da nuvem de cinzas do vulcão chileno Puyehue, que ofereceu risco ao tráfego aéreo. A Austrália, que também sofreu os efeitos da nuvem vulcânica, teve atrasos em suas operações.

* Aspectos em destaque:

Esse tema é importante, pois tais problemas afetaram várias áreas da sociedade mundial, sendo que a mais importante foi a economia; uma vez que milhões de passageiros não puderam viajar e estima-se que a indústria de aviação tenha sofrido prejuízos de quase US$ 6 bilhões.

Porém, outro aspecto relevante e que pode ser cobrado nos vestibulares tanto na matéria de Química, como também em Geografia e Biologia, é a constituição química das fumaças vulcânicas e quais riscos elas oferecem para o ecossistema ao redor dessas áreas e para a saúde da população.

* Entendendo o conteúdo:

Os vulcões são aberturas no solo, que ficam normalmente entre placas tectônicas, pelas quais sai o magma, que está em seu interior, para a superfície da Terra. Esse magma é constituído de rochas quentes em fusão, isto é, que estão passando do estado sólido para o líquido. Pelos vulcões saem também gases, que serão abordados melhor mais para frente.

O magma pode ser de três formas: como poeira fina e quente, como lava ou como grandes pedras vulcânicas. Isso acontece porque, dependendo da temperatura e da composição química, a erupção pode se dar de três modos básicos: efusiva, explosiva e mista.

Essa composição química – se é ácida ou básica – é que determinará as características do magma, como a viscosidade e as condições de expulsão dos gases existentes nele.

* Composição Química das Cinzas Vulcânicas:

A porção gasosa do magma contém compostos voláteis tais como o dióxido de carbono (CO2) e o gás sulfídrico (H2S). Este é altamente tóxico, forma misturas explosivas com o ar e ataca o aço e selos de borracha rapidamente.

Porém, os principais constituintes dessa fumaça são:

• Vapor de água (H2O(V));

• Poeira, e;

• O principal vilão, o enxofre (S).

Esse último elemento é agressivo à saúde tanto das pessoas, quanto dos animais e vegetais. Seus compostos são muito ácidos, como o dióxido de enxofre (SO2), que compõe uma rocha magmática típica com um teor que varia de 35% a 75 %.

Esse gás pode gerar ácido sulfúrico (H2SO4). Isso ocorre quando ele é oxidado, formando o trióxido de enxofre (SO3). Esse, por sua vez, sofre uma reação com a água, formando então uma solução aquosa de ácido sulfúrico, conforme mostrado pelas reações abaixo:

Por conter enxofre, a fumaça pode causar irritação nos olhos, intoxicação respiratória e até inflamação nos brônquios.

* Consequências de se voar durante esses fenômenos:

Entendendo a composição química das cinzas vulcânicas, fica mais fácil de ver o que ocorreria se um avião tivesse que atravessar uma dessas nuvens:

• As partículas das cinzas vulcânicas entrariam em uma turbina, acumulando-se, e seu material derretido entupiria o motor, travando a turbina;

• Haveria riscos de explosão em razão da presença de faíscas e dos gases citados anteriormente;

• O avião seria atingido pela poeira;

• O enxofre adentraria o avião, inclusive a cabine de comando, forçando os tripulantes a usar máscaras de oxigênio;

• As vidraças seriam quebradas;

• Causaria grande prejuízo econômico para a empresa aérea, pois a turbina ficaria inutilizada. Mesmo se ela voltasse a funcionar, passaria a gastar muito mais combustível;

• Os motores danificados seriam jogados fora, mesmo representando um terço do custo total do avião.

urbina do avião 747 da British Airways, que ficou totalmente danificada após passar por cinzas vulcânicas
Turbina do avião 747 da British Airways, que ficou totalmente danificada após passar por cinzas vulcânicas

  • Relacionados
PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola